Publicado na CompliancePME em 31 de janeiro de 2024

O fundo de hedge Gotham City Research criticou nesta terça-feira, 9, os balanços financeiros da Grifols, levando a ação da companhia farmacêutica espanhola a despencar na Bolsa de Madri.

Por volta das 8h30 (de Brasília), a ação da Grifols sofria um tombo de 26,5% no mercado espanhol, levando o índice Ibex 35 a cair quase 2%. Se a queda se mantiver até o fechamento, será a maior da história em um único dia, segundo dados da FactSet.

Em relatório divulgado nesta terça-feira, a Gotham City Research disse acreditar que a relação dívida/lucro da Grifols é pior do que a divulgada pela empresa. Se os cálculos de alavancagem estiverem corretos, o fundo disse que “provavelmente” não é possível investir em ações da Grifols.

Em reação, a Grifols disse rejeitar e negar alegações de práticas contábeis ou de divulgação financeira ilícitas e que seus balanços são auditados anualmente.

“A Grifols, como empresa de capital aberto, divulga e revela integralmente todas as informações relevantes sobre todas as suas transações significativas com o mais alto nível de integridade e transparência para refletir uma visão precisa e justa (de suas) demonstrações financeiras consolidadas”, disse a empresa, em fato relevante à CNMV, a comissão de valores mobiliários espanhola.

A Gotham City Research alegou ter encontrado evidências do que chamou de práticas contábeis suspeitas e empréstimos ocultos relacionados à Scranton Enterprises, uma entidade da família Grifols, com o intuito de simular uma situação mais favorável para a empresa.

A Grifols, por sua vez, disse que transações e divulgações ligadas à Scranton foram totalmente divulgadas e auditadas desde 2018 e informadas ao regulador espanhol.

 

Publicada originalmente no site da Época Negócios