Publicado na CompliancePME em 7 de abril de 2022

O presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Mauricio Claver-Carone, pode ser investigado por ter relações íntimas com uma funcionária da instituição e por desvio de recursos, informou a Reuters nesta quinta-feira. Segundo a agência, as acusações foram feitas a partir de um e-mail anônimo.  

A Reuters confrmou a existência do e-mail com três fontes a par da situação. Uma delas disse que os diretores debateram a possibilidade de contratar uma empresa independente para investigá-lo e de pedir a ele que se afastasse temporariamente do BID.

Outras duas fontes confirmaram que os 14 diretores do banco, seu conselheiro geral e seu vice-secretário discutiram a questão em uma reunião virtual de duas horas e meia na terça-feira.

Os diretores devem voltar a se reunir nesta quinta-feira para pedir ao conselho de governadores, a maioria dos quais são ministros das Finanças dos países membros, que lhes permita iniciar uma investigação.

Originalmente publicado no O Globo